Artigos Destaque

Adeus, TV pública!

Escrito por Luciana Barreto

Foram quase 15 anos de compromisso com os brasileiros, respeitando os sotaques, tons de pele, crenças e toda a diversidade e adversidades do nosso povo. Sim. ESTOU ME DESPEDINDO! Fui parar no jornalismo público coerente com minhas crenças. Tinha uma jovem carreira na TV Bandeirantes, em São Paulo, quando, em 2004, recebi o convite para um teste na antiga TVE do Rio. Deixei três ou quatro pontos de audiência para trás. A possibilidade de noticiar o que era negligenciado pela mídia me seduziu. Meu sentimento hoje é de muita gratidão! 

Alguns presos por engano foram soltos depois de nossas denúncias. Gente barrada em estabelecimento comercial por causa da cor da pele nos procurava o tempo todo. Foram muitos casos de racismo! Famílias foram destruídas. Noticiamos o assassinato de cada policial, denunciando a gravidade de exercer a profissão no Rio de Janeiro. Também mostramos a política de extermínio que vitimou um jovem negro a cada 23 minutos. Foram mais de 320 mil jovens assassinados enquanto estive no jornalismo público. O equivalente à população da Islândia. 
Covardias foram expostas: teve criança apedrejada por sua crença religiosa; teve criança sem aula mais de mês por causa da violência. Denunciamos o sofrimento das crianças pobres do Brasil atravessando pontes e rios em caminhada de longas horas para estudar em escolas precárias e depois serem acusadas de não se esforçarem o suficiente pra conseguir uma vaga na universidade na nossa feliz meritocracia. 
Questionamos muito! Por que um atentado em uma cidade europeia ou dos Estados Unidos tomava horas e horas do noticiário enquanto uma tragédia africana valia míseros segundos? Nosso olhar sempre foi de contribuir e somar. 
Nesse meio tempo, por este trabalho, fui premiada algumas vezes. Entrei no grupo das mulheres mais influentes pelo Think Olga especialmente por denunciar estes problemas no Senado Federal. Que orgulho da TV Pública! Agradeço a cada um dos profissionais que estiveram conosco. Desejo toda sorte aos que ficam. Foi uma honra estar com vocês! O povo brasileiro merece!
#tvbrasil #ebcnarede #jornalismopublico #lucianabarreto #jornalistaspretas

Sobre a Autora

Luciana Barreto

Deixe um Comentário